MS Alfabetiza celebra avanços na educação pública e alfabetização no Estado – Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

julho 1, 2024 Off Por

Uma tarde onde a tônica foi celebrar a educação e os bons resultados obtidos pelas escolas estaduais de Mato Grosso do Sul. Assim pode ser definida a cerimônia de premiação do Escola Destaque do programa MS Alfabetiza – Todos pela Alfabetização da Criança, que aconteceu nesta segunda-feira (1º) em Campo Grande, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

O evento contou com a presença do governador Eduardo Riedel junto a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet. Secretários de Estado, como Hélio Daher (Educação), Eduardo Rocha (Casa Civil) e Rodrigo Perez (Gestão Estratégica) também participaram da premiação, além de representantes da educação pública, da Assembleia Legislativa e da bancada federal.

A cerimônia premiou 30 escolas que obtiveram os melhores resultados de alfabetização, conforme resultados aferidos por meio do Saems (Sistema de Avaliação da Educação Básica de Mato Grosso do Sul) e mensurados pelo Idams (Índice de Desenvolvimento da Aprendizagem de Mato Grosso do Sul). A primeira colocada foi a Escola Municipal Isolino Candido Dias, de Água Clara.

“Não adianta imaginarmos que nós temos um Estado que cresce 7% ao ano, mas ainda tem criança que não aprendeu a ler e a escrever no tempo certo. Estamos combatendo isso, essa evasão alta. Esse dedo na ferida nós temos que por todo dia”, frisa o governador.

Eduardo Riedel ainda frisa que é uma missão de toda a gestão estadual e dos profissionais da educação pública buscar os avanços na educação. “Temos desafios que precisamos nos dar as mãos para poder avançar. É isso que a gente tem que construir aqui no nosso Estado”, destaca, acrescentando que a área da educação tem e terá apoio irrestrito.

A escola Isolino Candido Dias, primeira colocada, recebeu R$ 80 mil de premiação por ser a primeira colocada. O valor se repetiu para as demais 29 premiadas, demonstrando que não se trata de uma competição, mas sim de um reconhecimento pelo bom trabalho entregue.

“Agora é hora de um grande pacto. É preciso garantirmos ainda mais a qualidade do ensino público, e é isso que esse evento faz. Não basta cobrar quem quem está lá na ponta, mas é preciso dar a mão, estendendo para aqueles municípios, aquelas escolas que de alguma forma tem alguma deficiência, por um problema qualquer regional ou localizado”, comenta Simone.

Já o secretário de Educação, Hélio Daher, comenta que a premiação do MS Alfabetiza visa o progresso no trabalho da alfabetização, focado obviamente nas crianças, independente de qual rede ela integre, a Rede Estadual ou a Rede Municipal de Ensino.

“É um investimento do Governo de Mato Grosso do Sul para que cada criança seja alfabetizada na idade certa. Vale lembrar que o programa continua todo o ano. Ele é premiado agora, mas o trabalho desse ano já começou. Vamos seguir fortemente para ampliar o programa e que no ano que vem mais escolas sejam premiadas”, finaliza Hélio.

MS Alfabetizado

Executado em parcerias com os municípios, o MS Alfabetizado foi criado em 2021 e colocado em prática em 2022 para fortalecer a aprendizagem e melhorar os indicadores educacionais dos estudantes matriculados nas redes públicas de ensino no território sul-mato-grossense.

Ao todo, R$ 3,6 milhões são destinados ao Prêmio Escola Destaque e à Contribuição Financeira – esta última nada mais é que 30 escolas apoiadas que obtiveram os menores índices de aprendizagem e, assim, poderão desenvolver ações para melhorar tais números.

Em 2023 o Governo de Mato Grosso do Sul investiu R$ 5,5 milhões no programa, enquanto em 2024 a previsão é que o ano termine com R$ 9,4 milhões investidos. Já quanto ao número de escolas e estudantes atendidos, foram 573 escolas de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental e aproximadamente 3,7 mil professores regentes do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental.

Já em 2024, são 622 escolas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e cerca de 6, 5 mil professores. Cerca de 146 mil estudantes da rede pública se beneficiaram com o programa no ano passado, enquanto neste ano são 190 mil, conforme a estimativa da Educação.

Levando em conta o cenário geral da educação sul-mato-grossense, o Governo do Estado já soma R$ 550 milhões aplicados na área desde o início de 2023, incluíndo aí ações e também obras que dão condição ao estudante de aprender e condição ao profissional de ensinar, tanto em escolas urbanas como em escolas rurais e as de educação indígena.

Entre os parceiros do MS Alfabetiza, estão entidades como a Fundação Lemann, Instituto Natura, Bem Comum, Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (Parc), Assomasul e Undime-MS. A lista completa das escolas pode ser conferida aqui.

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS
Fotos: Bruno Rezende

ATENÇÃO: confira neste link o pack imprensa com as imagens de apoio, falas e áudios do evento