Semam orienta população para comemorar o São João com bom senso

junho 22, 2024 Off Por

O São João, comemorado nesta segunda-feira (24), é a festa mais aguardada pelos nordestinos. Quem vai celebrar o santo e quer manter a tradição, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) orienta a montar fogueira coletiva com os amigos e vizinhos para reduzir a fumaça.

Os técnicos da Divisão de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), da Prefeitura de João Pessoa, estão trabalhando em regime de plantão durante os festejos juninos e recomendam, ainda, o uso de fogos de artifício silenciosos.

A Semam está trabalhando com duas equipes de fiscais trabalhando por dia, de domingo a domingo, dias úteis e feriados. A primeira equipe atua das 8h às 19h e a segunda das 13h às 00h. Neste período, os técnicos da Divisão de Fiscalização têm uma atenção especial às denúncias de poluição sonora, por causa dos excessos na queima de fogos de artifício.

Sobre a venda de madeira para uso em fogueiras, os comerciantes estão sendo fiscalizados para que atendam à legislação, que só permite comercialização de madeiras com certificação de origem. O chefe da Divisão de Fiscalização da Semam, Jocélio Araújo, destacou que a população está sendo orientada para a montagem de fogueiras coletivas, evitando que sejam acesas fogueiras na porta de cada uma das casas. “Esse é um momento inclusive em que as pessoas estão se confraternizando. E uma boa dica para manter a tradição é acender uma fogueira por rua, evitando assim o excesso de fumaça, que faz muito mal para quem sofre com síndromes respiratórias, quem está doente em casa ou mesmo nos hospitais”, concluiu.

Fumaça e fogos de artifício -A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou, no início de maio, um aumento nos índices de Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças. Foi decretada situação de emergência, com validade de 90 dias, vigorando até julho. A fumaça das fogueiras pode piorar os quadros de saúde das crianças com doenças respiratórias. Já em relação aos fogos, pessoas com Transtorno do Espectro Autista sofrem com barulho, bem como quem está acometido de alguma doença em casa ou em hospitais. O mesmo ocorre com animais, que entram em sofrimento profundo por causa do excesso de barulho provocado pelos fogos. Já existem no mercado as opções dos fogos silenciosos.

Poluição sonora – O Código Municipal de Meio Ambiente, por meio do Decreto nº 4.793, de 21 de abril de 2003, determina que a emissão sonora é permitida considerando a área. Por exemplo, se num determinado bairro temos casas e hospitais, essa área é considerada zona diversificada, onde é permitida a emissão sonora entre 50 e 65 decibéis. Para zona residencial é permitida a emissão de 45 a 55 decibéis e em zona industrial, de 60 a 70 decibéis. Para verificar as denúncias de poluição sonora os fiscais da Semam trabalham com o decibelímetro, equipamento que afere o som.

DenúnciasAs denúncias de poluição sonora e outras infrações ambientais podem ser feitas pelo aplicativo João Pessoa na Palma da Mão ou pelos telefones (83)98214 7473 e pelo (83) 32189208, este último via o chatbot Acácia da Semam, para denúncias exclusivamente via WhatsApp, recebendo vídeos e mensagens de áudio.