Prefeito celebra autorização para obras de segurança hídrica na Região Metropolitana de João Pessoa

junho 25, 2024 Off Por

O prefeito Cícero Lucena celebrou, nesta terça-feira (25), a autorização das obras da barragem de Cupissura e da 2ª etapa da adutora Translitorânea, que irão beneficiar os moradores de toda a Região Metropolitana de João Pessoa. Durante solenidade realizada na sede da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), no bairro de Jaguaribe, o gestor destacou a parceria da Prefeitura com o Governo do Estado, firmada há quatro anos, mirando a renovação da concessão da Cagepa para viabilizar avanço na área de segurança hídrica.

“Desde o primeiro instante, quando, há quatro anos, nós colocamos o nosso nome à disposição para cuidar da cidade de João Pessoa, que o governador falou da importância de fazermos a renovação da concessão para que a Cagepa continuasse executando, com responsabilidade, o compromisso do saneamento na Grande João Pessoa e em toda Paraíba. E, aqui, nós estamos exatamente vendo o quanto é bom se fazer o planejamento com a responsabilidade que o governador João Azevêdo, ao lado de toda a sua equipe, tem para que possamos cuidar de algo tão importante para nossas vidas, que é a questão do saneamento das nossas cidades”, destacou o prefeito que, junto ao vice-prefeito Leo Bezerra, também assinou a ordem de serviço como testemunha.

Além de João Pessoa, as cidades de Conde, Cabedelo, Bayeux, Alhandra, Caaporã e Distrito de Várzea Nova, em Santa Rita, serão beneficiadas, atendendo diretamente mais de 1,5 milhão de pessoas. Os serviços compreendem construção de barragem com capacidade de 10 milhões de metros cúbicos, estação elevatória de água bruta, adutora de água bruta e sistema de captação de aproximadamente 600 litros/segundos, 525 l/s para João Pessoa e Região Metropolitana e 75 l/s para Caaporã e Alhandra.

O governador João Azevêdo destacou a necessidade do Governo da Paraíba em enfrentar as demandas de crescimento populacional da região metropolitana, que passa por investimentos nessa área. “Eu sou engenheiro e sei da importância dessa obra para toda a Região Metropolitana de João Pessoa. Não só para os municípios de Caaporã, Alhandra, mas para toda a região metropolitana, que utilizará esse sistema quando ele estiver pronto. Então, essa obra vai, verdadeiramente, trazer o que a gente chama de segurança hídrica. É você ter água 365 dias por ano para uma cidade poder se desenvolver”, afirmou.

O presidente da Cagepa, Marcos Vinícius Neves, informou que, após sua conclusão, a obra vai conseguir produzir mais de 600 litros por segundo, que vão se somar aos 3.200 l/s que estão sendo entregues atualmente à população da região metropolitana. “O que nós estamos fazendo aqui faz parte de todo um estudo que foi feito para a Região Metropolitana de João Pessoa, que é essa obra que envolve a produção de água. Vão ser gastos aproximadamente R$ 152 milhões.  É mais do que um fato histórico, é um fato representativo”, revelou.